O que procura?

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Suaçubóia

Ordem: Squamata

Família: Boidae

Nome popular: Suaçubóia

Nome científico: Corallus hortulanus

Distribuição geográfica:
América central e do sul, até o Paraná.

Habitat: Florestas tropicais.

Hábitos alimentares:
Carnívoro

Reprodução: Vivípara, com sete a quinze filhotes nascidos plenamente formados após gestação de seis ou sete meses.

Período de vida: Mais de quinze anos



A suaçubóia, chamada cientificamente por Corallus hortulanus, é encontrada na América Central e na América do Sul, sendo comum nas regiões Norte, Nordeste e parte da região Sudeste do Brasil. Seu nome, de origem indígena, significa “Cobra veado”, pois sua cor é semelhante à destes animais (Suaçú = veado, Bóia = cobra).

No estado de São Paulo, pode ser encontrada na Mata Atlântica.

De hábitos arborícolas, pode passar grande parte do seu tempo enrolada em uma árvore. É um animal noturno, que começa a ficar ativo durante o crepúsculo, sendo bastante agressivo; quando se sente ameaçado, pode exalar um odor desagradável e defecar para afastar o inimigo.

Chega a atingir até 180 cm de comprimento, embora não seja robusto como a jibóia.

O comprimento total dos filhotes varia de 35 a 50 cm. A espécie pode gerar filhotes de diferentes cores em uma mesma ninhada, variando desde tons alaranjados até mesclas de cinza e creme. Não é uma espécie peçonhenta, possuindo dentição áglifa (ou seja, não tem dentes especializados para inocular veneno).

Sua alimentação consiste basicamente de lagartos, aves, pequenos roedores e até mesmo morcegos, que matam por constrição (como fazem as jibóias e sucuris). Uma característica incomum das serpentes deste gênero é a presença de fissuras labiais especializadas para detecção de presas de sangue quente, que se parecem com uma fileira de “favos” quadrados em quase toda a volta da boca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário